Colatina E1372251834680

CSB envia manifesto de apoio à greve do Sindicato dos Servidores Públicos de Colatina

No documento, Antonio Neto solicita que o prefeito atenda às reivindicações dos trabalhadores

O presidente da CSB, Antonio Neto, enviou ao prefeito de Colatina (Espírito Santo), Leonardo Deptulski, um manifesto de apoio à greve dos servidores públicos da cidade, que já dura 30 dias. A paralisação é comandada pelo presidente do sindicato da categoria, filiado à CSB, Décio Alves de Resende, que mobilizou os trabalhadores a reivindicarem reajuste salarial, correção do vale-alimentação, melhores condições de trabalho e valorização do servidor com mesa de negociação permanente e objetiva.

No documento enviado pela Central, Antonio Neto ressalta a importância da abertura de diálogo com os trabalhadores, além da valorização do serviço público para que a população também seja plenamente atendida.

“Não temos dúvida de que uma das principais medidas para atenuar esta situação caótica passa pela valorização e qualificação dos servidores públicos federais, estaduais e municipais”, ressaltou Neto no manifesto.

Atuação sindical

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Colatina afirmou que a luta da categoria é legal e legítima. “Queremos um posicionamento do prefeito condizente com a devida postura de administrador público. É fundamental que tenhamos condições de trabalho que garantam à população um serviço de qualidade”, salientou Décio Alves.

A prefeitura ofereceu um aumento salarial de 2%, recusado pelos trabalhadores. “O reajuste oferecido sequer garante a metade da inflação de maio de 2012 a abril deste ano”, explicou o dirigente.

Para Décio Alves, ao invés de garantir uma negociação que avance nas reivindicações com a categoria, Leonardo Deptulski entrou com ações judiciais no intuito de amedrontar e criminalizar o movimento dos servidores. “O prefeito agiu de forma fria e insensível, fato inadmissível para um gestor que deve ter o compromisso com a cidade”, enfatizou.

A CSB continuará na luta para garantir que as reivindicações dos servidores públicos de Colatina sejam atendidas.

Leia a íntegra do manifesto enviado pela CSB ao prefeito.

 

São Paulo, 25 de junho de 2013.

Ilmo Sr. Prefeito de Colatina, Leonardo Deptulski 

Prezado Prefeito,

Ao mesmo tempo em estendemos nossa saudação a Vossa Excelência, vimos por meio desta, expor e requerer o que segue:

1 – As manifestações populares que tomaram as ruas do país nos últimos dias expressam, nitidamente, uma insatisfação da sociedade com o descaso dos órgãos públicos das mais diferentes esferas, sobretudo com a baixa qualidade dos serviços públicos prestados à sociedade e com a falta de diálogo das autoridades com as entidades representativas;

2 – Não temos dúvida de que uma das principais medidas para atenuar esta situação caótica passa pela valorização e qualificação dos servidores públicos federais, estaduais e municipais para atender dignamente a população, especialmente, a mais carente e mais necessitada do apoio do Estado. São os servidores públicos o elo direto de ligação da Prefeitura com o povo;

3 – Neste sentido, solicitamos de Vossa Excelência a abertura do diálogo e o atendimento das justas reivindicações do Sindicato Dos Servidores Públicos Municipais de Colatina, presidida pelo companheiro Décio Alves de Resende, sindicato filiado a CSB e integrante de nossa direção, que encontram-se em processo de reivindicação há mais de 30 dias, dando um exemplo ao nosso país de que vossa administração está aberta à negociação e busca valorizar o serviço público e o esforço nacional para atender o povo que precisa muito destes serviços;

4 – Informamos ainda que as centrais sindicais decidiram nesta terça-feira pela realização de uma paralisação nacional no dia 11 de julho próximo para lutar pelos avanços que melhorem a vida do povo.

Sem mais. Um fraterno abraço.

Antonio Neto

Presidente Nacional

Compartilhe!